ShareThis

Para Descontrair...


Fonte: Knut Dave Schlieker

Personal Jesus 2011 - Lançamento Single Hoje!


Em 30 de maio nas lojas em duas edições:

CD-SINGLE:
1. Personal Jesus - The Stargate Mix 4.00
2. Personal Jesus - Alex Metric Remix 5.57 (non album) (the full length version)
3. Personal Jesus - Eric Prydz Remix 7.29 (non album)
4. Personal Jesus - Mark Ronson & Andrew Wyatt Remix 5.26 (non album)
5. Personal Jesus - Sie Medway-Smith Remix 6.30

12” VINIL
A1. Personal Jesus - Alex Metric Remix 5.57 (non album, full length version)
A2. Personal Jesus - Mark Ronson & Andrew Wyatt Remix 5.26 (non album)
A3. Personal Jesus - The Stargate Mix 4.00
B1. Personal Jesus - Eric Prydz Remix 7.29 (non album)
B2. Personal Jesus - Sie Medway-Smith Remix 6.30

Download

1. Personal Jesus - The Stargate Mix
2. Personal Jesus - Alex Metric Remix
3. Personal Jesus - Eric Prydz Remix
4. Personal Jesus - M.A.N. Remix
5. Personal Jesus - Sie Medway-Smith Remix Dub Version

Abaixo o video da nova versão de Personal Jesus, na versão Stargate Mix:




Wrong Acoustic Studio Session


Crédito: Depeche Mode Ever

Remixes 81-11 - In Chains (Alan Wilder Remix)



Remixes 81-11 - Behind The Wheel (Vince Clarke Remix)



Short Circuit Festival


Já esta a venda na loja oficial do selo Mute os itens referentes ao Short Circuit Festival clica lá!


Single Personal Jesus Vinil - Remixes 81-11



The Unstoppable Colission

A musica "The Unstoppable Colission" do Compact Space, Projeto do baterista, Christian Eigner, dono da "cozinha" do Depeche Mode com Daryl Bamonte e Florian Kraemmer.
O tema tem a participação especial de Martin Gore na guitarra. Dia 24 junho, sai o EP e Album da banda.



Depeche Mode: the Martin Luther Kings of Synthpop


A canção People Are People editada há 27 anos em 1984, teve uma importância maior na época, do que aquela que certamente Martin Gore imaginou que poderia ter quando a compôs. Esta é pelo menos a conclusão que tira Scott Creney,um conhecido "blogger" norte-americano de música e não só, num "post" publicado na semana passada no seu blog Collapse Board sob o enigmático titulo:

Depeche Mode: the Martin Luther Kings of Synthpop

O autor explana a sua teoria, baseando-a em alguns fatos históricos, citando algumas frases da canção, e termina mostrando que os atuais Estados Unidos multi-raciais do presidente Obama e da poderosa "entertainer" Oprah, devem um agradecimento aos Depeche Mode, que conseguiram contribuir mais para isso do que o Bono do U2.
Para que tirem as vossas próprias conclusões aqui fica a nossa tradução exclusiva deste curioso artigo:

É reconhecido pela maioria, que há 3 momentos importantes fundamentais na história das relações raciais nos Estados Unidos: a primeira sendo a Lei de Emancipação e Libertação dos Negros proclamada pelo presidente Lincoln em 1863, a segunda sendo a Lei dos Direitos Civis de 1964 que criminalizou a discriminação racial, e a terceira foi a edição norte-americana em 1984 do single People Are People dos Depeche Mode. Editado no periodo áureo do patriotismo da era do presidente Ronald Reagan, o primeiro single de sucesso dos Depeche Mode nos Estados Unidos, e que atingiu o 13º lugar do top de vendas da Billboard, obrigou os americanos a retroceder na sua histeria Rambo/Springsteen/Olimpico-alimentada, e parar para pensar por um momento na sua humanidade e na humanidade dos que os rodeavam.

People are people so why should it be,
you and I should get along so awfully?

A pergunta original de Martin pode ter sido apenas retórica, mas para uma nação que apenas 20 anos antes tinha permitido aos seus cidadãos negros o direito de votar livremente, e usar as mesmas casas de banho que os cidadãos brancos, a pergunta tinha um significado mais profundo.

I can’t understand what makes a man hate another man.

E apesar das evidentes diferenças entre os membros dos Depeche Mode e o americano comum, diferenças que iam da moda, a tendências sexuais, cidadania e gel de cabelo, as considerações feitas em People Are People não cairam em esquecimento. O single foi editado nos Estados Unidos a 11 de Julho de 1984, apenas uma semana depois do aniversário da América. Dois meses depois o programa The Cosby Show faz a sua estreia, sendo a primeira vez que na história da TV americana uma familia negra da classe média era a estrela do seu próprio programa. A nação, ainda inspirada pela mensagem de inclusão dos Depeche Mode, fez daquela familia negra a sua familia, e o programa tornou-se o mais bem sucedido dos anos 80.


Crédito: The Zonbie Room

Apoptygma Berzerk - Cover Depeche Mode


A maçã nunca cai longe da árvore. Jonas Groth, o irmão de Stephan do Apoptygma Berzerk é Groth uniu-se com Komor Kommando (aka Sebastian Komor) para um cover do Depeche Mode, a faixa escolhida foi Fly on the windscreen.


Fonte: Side-Line Music Magazine

Scott Weiland - But Not Tonight (Cover)

O ex-vocalista do Stone Temple Pilots e do Velvet Revolver, Scott Weiland apresentou um cover da canção “But Not Tonight” do Depeche Mode ontem à noite, 20 de Maio, no programa Jimmy Kimmel Live!




Pré Venda - Remixes 2 - 81-11

Remixes 81-11 - Master and Servant (RSS Remix)


Daniel Miller DJ Set - Short Circuit Festival


Martin Gore DJ Set - Short Circuit Festival


Andy Fletcher - DJ Set - Short Circuit Festival



Recoil and Nitzer Ebb "Personal Jesus" Short Circuit Festival


Este evento com o perdão da palavra deve estar sendo DO CARALHO!

Andy, Martin e Vince - Short Circuit Electronic Music Festival

Depois de 31 anos desde do tempo que formavam o Composition of Sound, Martin, Andy e Vince não se reuniam e hoje estarão juntos no Mute Short Circuit Electronic Music Festival.


Fonto: Raymond Varga

Rockshop Academy - May 7th, 2011



Short Circuit Presents Mute


Um desfile de synthpop clássica e artistas eletrônicos, incluindo Erasure, Yazoo, Nitzer Ebb e quatro membros atuais e antigos do Depeche Mode vão subir ao palco em Londres neste fim de semana para celebrar a grande influência da Mute Records na reunião anual do Short Circuit Electronic Music Festival.
O festival inicia na quinta-feira no Roundhouse de Londres com uma noite dedicada à música eletrônica alemã com Raster-Noton, em seguida, continua sexta-feira e sábado, com Short Circuit Presents Mute, com "performances e colaborações únicas de artistas da Mute no passado, presente e futuro ao lado de DJs, palestras, oficinas, projeções e instalações. "

Sexta à noite programação inclui Richie Hawtin (aka Plastikman), um DJ set de Moby, Recoil (com o ex-Depeche Mode Alan Wilder), Nitzer Ebb e um DJ set do fundador do selo, Daniel Miller, entre muitos outros. Sábado é encabeçado pelo Erasure, com DJ sets Martin L. Gore e Andy Fletcher ambos do Depeche Mode e performances de Liars, The Residents e Alison Moyet.

Embora Yazoo não está na programação, Moyet confirmou em uma entrevista recente com The Quietus que ela vai se juntar a Vince Clarke do Erasure para possivelmente performance do tempo que formavam juntos o Yazoo:

Mais informações sobre Short Circuit Presents Mute e programação completa aqui.

Fonte: Slicing up Eyeballs

Personal Jesus (Stargate Mix) off Remixes 2: 81-11

Happy Birthday Dave! Thanks for Existing!




Motor e Martin Gore - Man Made Machine

Martin L. Gore colaborou no novo álbum do projecto Motor, composto durante a Tour Of The Universe e compuseram Man Made Machine onde Martin também vez o vocal, a estréia foi hoje hoje na rádio BBC6:



Rockshop Academy DJ Set - May 7th, 2011





Ontem Martin fez seu DJ Set no Rockshop em Santa Barbara, fotos no Facebook oficial de Martin Gore.

Dave Gahan Acceptance Speech MusiCares 2011



Clip Personal Jesus 2011


Patrick Daughters foi encarregado de dirigir o clip de Personal Jesus 2011 single puxa a promoção do Remixes 2 81-11, para quem não esta recordado deste nome ele foi o diretor do clip de Wrong faixa do recente Sounds of the Universe. Esperamos Ansiosos para ver o que vem por ai!!!


MusiCares MAP Fund - Fotos




Fotos: The Zombie Room


MusiCares MAP Fund

Conforme alguns posts anteriores Dave Gahan foi homenageado com o prêmio Stevie Ray Vaughan no sétimo anual MusiCares MAP Fund concerto beneficente no Club Nokia, em Los Angeles. Steven Tyler do Aerosmith apresentou Dave e lhe entregou o prêmio, Dave Gahan também fez apresentação onde cantou Love Will Tear Us Apart de uma das bandas que eu mais curto no Rock o inesquecível Joy Division do incomparável Ian Curtis, e algumas de suas composições e I Feel You do Depeche Mode, na última musica, Personal Jesus foi executada com a participação mais que especial de Martin Gore:








Videos: Anakita


Monte Sua Capa - Remixes 2



Monte sua capa para o Remixes 2, o site do Depeche Mode criou um aplicativo para você montar sua capa para o Remixes 2, clica e se divirta.


Personal Jesus (The Stargate Mix)



Personal Jesus (Alex Metric Mix)



Never Let Me Down Again (Eric Prydz Mix)



Single Personal Jesus