ShareThis

Bowie + Gahan

Bem amigos a muito tempo conheço o trabalho de David Bowie, mas de uns 2 anos para cá tenho apreciado cada vez mais o trabalho deste camaleão, me tornando um fã, antes tarde do que nunca, ontem mesmo olhei o DVD de sua ultima Tour que é de uma qualidade impar, recomendo muito a todos procurem olhar, e como um Devotee não poderia deixar escapar essa foto postada no facebook por Nancy Judith Flores Lagos:


Não sei se sinto inveja do David Bowie por estar com David Gahan, ou se sinto inveja de David Gahan por estar com David Bowie....

Bones + Depeche Mode

Bem amigos,

Sou um apaixonado, viciado pela série Bones que passa no canal FOX e na Band no Brasil, hoje revendo o episódio décimo da primeira temporada me deparei com uma trilha de primeira linha, muito especial:

http://www.youtube.com/watch?v=aOweaLxnDOg

Para quem não conhece esta série recomendo é muito boa. A série trata de investigações em casos de assassinato tratados pelo Federal Bureau of Investigation (FBI) envolvendo restos mortais das vítimas - especialmente ossos - que são analisados pelos pesquisadores do "Jeffersonian Institution" (uma alusão ao Instituto Smithsoniano). "Bones" gira em torno da Dra. Temperance Brennan, uma exímia antropóloga forense que trabalha no Instituto Jeffersonian e cujo passatempo é escrever romances policiais. Ela é chamada para ajudar nas investigações policiais de assassinato sempre que não é possível identificar a vítima pelos métodos tradicionais, seja porque o corpo está decomposto, foi carbonizado ou está totalmente desfigurado. O talento e a experiência de Brennan recaem em sua grande habilidade de desvendar as pistas ocultas que se escondem por trás do cadáver e/ou ossada das vitimas.


The Cure for Depeche Mode



Releitura do The Cure para a faixa do album Violator, World in my Eyes, editado no album For The Masses, sem duvida a união das melhores bandas da terra!

Nosso Poeta Preferido Completa 50 Anos


Leonino, nascido em 23 de julho de 1961 em Londres, Inglaterra, Martin Lee Gore é hoje conhecido como um dos melhores compositores do século.
No dia 27 de maio de 1999, Martin recebeu o prêmio Internacional Achievement, dado pela Academia Britânica de Compositores (British Academy of Composers and Songwriters) por seu trabalho com a banda Depeche Mode.
O prêmio foi entregue por seu amigo de longa data, Daniel Miller, da Mute Records, que fez um discurso elogiando o trabalho de Martin como compositor das músicas do Depeche Mode, que fez com q a banda conseguisse, ao longo de mais de 30 anos, se conectar a pessoas de todo o mundo.
Sua história... Martin passou seus primeiros anos em Dagenham, um subúrbio londrino e se mudou para Basildon com seus pais, que estavam a procura de uma vida melhor.
Quando criança, Martin era considerado o valentão do colégio, e uma vez foi pego quebrando um tijolo na cabeça de um de seus colegas. Era um excelente aluno, principalmente em línguas. Martin se inscreveu em um programa de intercâmbio estudantil, que permitiu que visitasse a Alemanha várias vezes. Fala alemão fluentemente e um pouco de francês. Martin deixou a Saint Nichola's Comprehensive School em 1977 e começou a trabalhar em um banco. Descontente com o trabalho, passou a tocar na banda "Norman and the Worms" à noite. Com o dinheiro que ganhava em seu trabalho diurno no banco, Martin comprava novos equipamentos musicais, principalmente sintetizadores. Após conhecer Fletch no clube Van Gogh em 1980, Martin foi logo convidado para integrar sua nova banda, "Composition of Sound". Martin havia composto várias músicas desde seus 14 anos, mas no primeiro álbum do Depeche Mode contribuiu com apenas duas músicas: "Big Muff" e "Tora! Tora! Tora!". Após a saída de Vince Clarke da banda, em 1981, Martin assumiu a responsabilidade de compor as músicas da banda. Sob tremenda pressão para completar as músicas para o segundo álbum do grupo, Martin ofereceu diversos tipos de som em suas músicas, abordando desde temas políticos até sexo, amor e religião. Ao longo da década seguinte, as composições de Martin melhorariam consideravelmente, trazendo clássicos como Shake the Disease, Stripped e Enjoy The Silence.
Martin Gore Lançou os discos Counterfeit e Counterfeit2 em careira solo, apesar de muito pouco conhecido aqui no Brasil.


Ping Pong

Data de nascimento: domingo, 23 de Julho de 1961
Local de nascimento: Londres
Signo: Leão
Olhos: Verde
Altura (m): 1,7
Detalhes da família: Ex-Esposa Suzanne, filha Viva e Ava
Passatempos: Leitura, jogos de computador
Bandas anteriores: Norman and the Worms
Cidade favorita visitada: Cape Town
País favorito visitado: África do Sul
Comida favorita: Indiana, Japonesa
Bebida favorita: Vinho seco, do Porto, tinto, etc.
Esporte favorito: Futebol, futebol americano
Cores favoritas: Preto
Filme favorito: Shoah
Livro favorito: Diary of a Drug Fiend - de Aleister Crowley
Programa de TV favorito: O mundo em guerra
Estações de rádio favoritas: Eu nunca escuto o rádio, a menos que no carro com alguma outra pessoa que dirija
Canção favorita: Dark End of the Street - de James Carr
Canção própria favorita: Policy of Truth
Album favorito: White Álbum - dos Beatles
Álbum próprio favorito: Ultra
Vídeo próprio favorito: Enjoy The Silence
Banda favorita: The Velvet Underground
Site Favorito: http://luisfernandodm.blogspot.com/.... hehehehehe

Waiting For The Night - Barcelona 2009




Depeche Mode – The Remixes 2 : 81-11

Falar sobre um album de remixes, é complicado. Opiniões dividem-se muito, e não é fácil agradar a todos.
O novo álbum do Depeche Mode – The Remixes 2 : 81-11 é exatamente isso : algo difícil de expressar e fazer com que o seu público, entenda o porque de mais um lançamento de mixes e não um álbum novo.
Os pontos da história : esse é um álbum que serve para “ganhar mais tempo”, afinal enquanto estamos comprando e escutando, o Depeche Mode deve estar entrando em estúdio prá começar um novo álbum.
Andy já declarou que eles devem lançar algo para o ano de 2012, e que a banda também deve sair em tourné, ou seja, isso são planos futuros pro ano que vem...
Enquanto isso, o remixes, cobre o espaço em branco que ficaria, e abranda um pouco a cobrança mais rápida dos fans...
Com esse álbum, eles fecham um ciclo, terminam o que foi começado com o “Remixes 1” (lançado em 2004), e encostam na data de 2011. (Isso é bom, pois não ficam materiais sobrando para uma nova edição de mixes, tão cedo.)
Afinal, já está mais do que na hora, do Depeche Mode, começar a lançar coletâneas de B-Sides, pois no Brasil e em muitos outros países – os singles quase nunca não são editados, e muito coisa boa, ficou de fora dos álbuns oficiais...
Esse tipo de material, renderia sem sombra de dúvidas, pelo menos mais uns 3 albuns de faixas inéditas ! (com uma boa capa, um bom encarte com letras, tenho certeza que venderia melhor e mais rapidamente do que os álbuns de remixes...)
Mas, vamos voltar ao “Remixes 2” :

Na edição tripla, os cd’s 1 e 2, prá quem acompanha, e compra todos os singles, não traz nada tão interessante assim. Funciona apenas como uma seleção organizada dos mixes. Colocaram entre eles, alguns mixes que tinham saído apenas em promos ou versões raras de singles, mas no geral, pouca coisa diferente.
No cd 1, encontra-se a “Personal Jesus” (Stargate Mix), que é a versão utilizada para o “novo vídeo”.
Agora o cd 3, este é bem diferente. São as músicas do Depeche Mode, com remixes NOVOS, exclusivos para o álbum. Fazem valer a pena o Box...
Os destaques do cd, ficam para os mixes :

- Personal Jesus – Alex Matric Remix Edit
- Behind The Wheel – Vince Clarke Remix
- In Chains – Alan Wilder Remix
- When The Body Speaks – Karlsson + Winnberg Remix
- Puppets – Royksopp Remix
- I Want It All – Roland M. Dill Remix
- A Question Of Time – Joebot Presents “Radio Face” Remix
- Personal Jesus – Sie Medway – Smith Remix

Na minha opinião, foram os mixes mais agradáveis. É preciso lembrar que se tratam de roupagens novas, batidas diferentes, outras visões para as faixas...
Não são como os remixes dos singles do DM, na fase 80/90.
Os remixes atuais, são uma “desconstrução da música”, são praticamente faixas MUITO diferentes, em relação as suas faixas originais. (Tenho saudades dos mixes antigos)
Mas, ainda assim, é um bom álbum de remixes, e deve cumprir a sua meta : “acalmar os fans que sempre querem algo novo”...
Que 2012, chegue rapidinho... e que dessa vez, o Brasil seja incluído na sua tourné !!!
Agora, o marketing para esse album de Remixes do Depeche Mode, foi muito extenso e diferente :
Com a quantidade de remixes que eles autorizaram dessa vez, muitos ficaram de fora do álbum, sendo “exclusivos para downloads digitais”, ou então num promo, bem raro que foi “presenteado para poucos, pois se tratava de um brinde limitado para a venda do cd – deluxe edition”, em “lojas fisicas” (não virtuais)...(incentivando o pessoal a ir as lojas...)
Quem comprou o cd deluxe, em algumas lojas, ganhava um 12’’ vinil promo com as seguintes faixas :

- Personal Jesus (Alex Metric Remix)
- Personal Jesus (M.A.N. Remix)
- The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts Dub)
- The Sinner In Me (SixToes Remix)

Em outras lojas, você ganha o direito a downloads digitais exclusivos, são eles :

iTunes
Master And Servant (RSS Remix)
In Chains (Myer vs Wilder Deconstruction)

Amazon - exclusive bonus tracks
Sister Of Night (Ida Engberg's Giving Voice To The Flame Remix)
Sweetest Perfection (Phil Kieran Remix)

HMV - exclusive bonus tracks
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)
The Sinner In Me (SixToes Remix)

Spotify Premium - exclusive bonus tracks
Sister Of Night (Ida Engberg's Walking Through The Light Dub)
Sweetest Perfection (Phil Kieran Remix Dub)
Personal Jesus (Alex Metric Dub)

FRANCE FNAC - fnacmusic.com - exclusive bonus tracks
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)
The Sinner In Me (SixToes Remix)

FRANCE Virginmega.com - exclusive bonus tracks
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)
I Want It All (Roland M. Dill Lunar Dub Remix)

GERMANY Napster - exclusive bonus track
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)

SWITZERLAND 20 min / Basepoint Media - exclusive bonus track
The Sinner In Me (SixToes Remix)

SWEDEN CDON - exclusive bonus track
The Sinner In Me (SixToes Remix)

NORWAY / SWEDEN / DENMARK WiMP / Aspiro - exclusive bonus track
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)

FINLAND Nokia - exclusive bonus track
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)

ITALY Net Music - exclusive bonus track
The Sun And The Rainfall (Black Light Odyssey's Further Excerpts)

Beatport exclusive tracks
Dream On (Bushwacka Tough Guy Dub)
Suffer Well (M83 Instrumental)
John The Revelator (UNKLE Dub)
In Chains (Tigerskin's No Sleep Alternative Remix)
Wrong (Trentemøller Club Remix Dub)
A Pain That I'm Used To (Jacques Lu Cont Dub)
Leave In Silence (Claro Intelecto Walk Away Remix)
I Want It All (Roland M. Dill Instrumental)
A Question Of Time (Joebot Presents 'Radio Face' Instrumental)
Personal Jesus (Sie Medway-Smith Remix Instrumental)

Prá quem conseguiu comprar ou ganhar o cd single promocional de Personal Jesus 2011, ele incluía uma versão remix a mais :
Personal Jesus (Alex Metric Remix Edit) 3:27 min.

Ou seja : o cd oficial que se encontra facilmente a venda, vem com 5 faixas mixes, e o promo, que é mais raro, vem com 6 faixas !!!
Isso é prá deixar qualquer fan doido, prá arrumar tanto material, que ficou de fora, oficialmente !


Colaboração Texto: Jeanbong13 Campagner

Happy Birthday Andy


O homem que na minha opinião é o elo mais forte responsavel por manter o Depeche Mode unido a quase três décadas, e o responsalvel por dar também sucesso financeiro a banda ja que foi ele mesmo é empresário da banda por um longo tempo, está completando hoje 50 anos, parabéns Andy!

Andrew Fletcher nasceu em Nottingham no dia 08 de julho de 1961. Andy se mudou para Basildon ainda muito novo. Fletcher era devoto da Boys Brigade, um tipo de clube de escoteiros que incluía atividades e esportes. Num dos encontros da Boys Brigade, Fletcher conheceu Vince Clarke. Em 1977, Fletch e Vince entraram no mundo da música moderna. Andy comprou um baixo e Vince , uma guitarra e os dois formaram a banda "No Romance in China", que duraria até o início de 1980. Fletch e Vince faziam shows semanais no clube da juventude Van Gogh, mas viam a banda como uma forma de passatempo. Durante um dos shows, Fletch conheceu Martin Gore, que estava envolvido em outra banda, "Norman and the Worms". Dividindo a conta de muitos shows, Martin e Fletch logo desenvolveram uma forte amizade que levaria Martin a se juntar à banda de Fletch e Vince, que passaria a se chamar "Composition of Sound". Desde que a formação oficial do Depeche Mode em 1981, Fletch desempenha o papel de empresário da banda, participando pouco no processo criativo das músicas da banda. Como admitiu, Fletch não se interessa mais tanto por pop music e se sente mais a vontade cuidando dos negócios legais da banda do que tocando o sintetizador nos shows. Em qualquer outro lugar, Andy seria considerado 'excesso de bagagem', uma cara desnecessário nas capas dos álbuns, mas Fletch é a âncora que vem mantendo o Depeche Mode unido há mais de 3 décadas. Foi o envolvimento de Andy nos negócios da banda que permitiu que os membros da banda não alcançassem somente o sucesso musical, mas também o financeiro. Fletch se afastou da banda na segunda parte da Devotional Tour, em 1994, por causa de stress. Após passar um tempo com sua família, Fletch voltou firme e forte e pronto para cuidar das finanças da banda.

Ping Pong:

Data de nascimento: sábado, 08 de Julho de 1961
Local de nascimento: Nottingham
Signo: Câncer
Olhos: Azul
Altura: 1,9m
Detalhes da família: Esposa Grainne, dois filhos: Megan e Joseph
Passatempos: Comida e Futebol Americano
Bandas anteriores: C.O.S.
Cidade favorita visitada: Nova York
País favorito visitado: África do Sul
Comida favorita: Asiática
Bebida favorita: Vinho italiano branco, diet Coke, Lager Foster
Esporte favorito: Futebol
Cores favoritas: Azul
Filme favorito: O Poderoso Chefão, Exorcista
Livro favorito: A Bíblia
Programa de TV favorito: Sky News
Estações de rádio favoritas: Capitol Gold
Canção favorita: New York, New York - Frank Sinatra
Canção própria favorita: Home
Álbum favorito: São muitos para mencionar
Álbum próprio favorito: Violator
Vídeo próprio favorito: Enjoy The Silence
Site Favorito: http://luisfernandodm.blogspot.com/.... hehehehehe


Andrew que se apresentou no brasil em 2007 como DJ, veja aqui post com a entrevista de Andy para o Jornal da Globo, Andy que só toca com vinils.


Você estava lá? Eu sim...




Andy Fletcher Melbourne




Poderia Estar no Remixes 2...



Tanghetto é o verdadeiro Tango Contemporâneo, ou neo tango como os argentinos preferem. Música de qualidade! Esse mix de música eletrônica e Tango tradicional é uma grande potencia na Argentina e no mundo.

Gracias Tanghetto! Vocês são Excelentes!

Depeche Mode Lança Remixes


O Depeche Mode é da vanguarda da música eletrônica há três décadas e uma daquelas bandas que sempre que revisita seus clássicos o faz com maestria. Este mês, os ingleses lançam o álbum Remixes 2: 81-11, que cobre toda a carreira do trio, trazendo novas versões tanto dos clássicos quanto dos novos hits, com faixas que vão desde seu primeiro disco Speak And Spell

Em Remixes 2: 81-11, os fãs vão encontrar novas versões para Dream On do álbum Exciter de 2001; Suffer Well, John the Revelator e A Pain That I’m Used To de Playing The Angel, de 2006; e In Chains, Peace e Wrong, de Sounds Of The Universe, de 2009.

Também ganham novos remixes Tora!Tora!Tora! e Puppets de Speak And Spell, de 1981; Never Let Me Down Again e Behind The Wheel de Music For The Masses, assim como A Question Of Time de Black Celebration, de 1986. O sucesso Personal Jesus, do álbum Violator, de 1990, é claro, não poderia ficar de fora.

Esta nova compilação inclui remixes clássicos de M83, UNKLE, Trentemøller, François Kervorkian, que teve mais de um milhão de cópias vendidas, desde o lançamento, em 2004. Os novos remixes reforçam a posição de Martin Gore, Dave Gahan e Andy ‘Fletch’ Fletcher como uma das bandas mais influentes e inovadoras do mundo, com mais de 95 milhões de álbuns vendidos. Desde a criação do grupo, em 1981, todos os 11 discos lançados entraram no top 10, não só do Reino Unido e dos Estados Unidos, mas de outros 20 países, como Canadá, Alemanha, França, Itália, Espanha, Suécia, Dinamarca, Suíça e Bélgica. Remixes 81-04.

Fonte: Drop Music

Happy Birthday, Genius!


Vince Clarke, cujo nome real é Vincent John Martin, nasceu em South Woodford, Londres, Inglaterra, no dia 3 de Julho de 1960. É um músico e compositor que se envolveu com vários grupos de sucesso tais como Depeche Mode, Yazoo, The Assembly e Erasure, atualmente, o qual espero ver ansiosamente em Porto Alegre dia 11 de agosto.Criado em Basildon, Vincent começou a estudar violino e depois piano.
Nos anos 70, Vincent e seu colega de escola Andrew Fletcher formaram a banda No Romance in China. Em 1979 eles formaram o The French Look, uma prévia do Depeche Mode que foi chamada mais tarde de Composition of Sound, seguindo a entrada de Martin Gore na banda. Vince Clarke começou como vocalista.

E na humilde opinião do blogueiro que os escreve, o maior hitmaker do mundo da musica, um criador de sucessos nato.