ShareThis

Andy Fala Sobre Delta Machine

Após uma longa espera, Depeche Mode,  seu décimo terceiro álbum de estúdio, Delta Machine. De acordo com o tecladista e membro fundador, Fletcher, o álbum reúne os pioneiros da Synth Pop britânico com sua época clássica, enquanto há um impulso para novas idéias, o conceito por trás do álbum é uma fusão blues com música eletrônica.
"Algo muito importante é que o novo álbum é minimal", disse Fletch. "Você pode ouvir a influência do blues em determinadas áreas e uma influência techno ou eletrônica sobre os outras e às vezes ambas as influências mesclam-se" com certeza influência do trabalho VCMG de Martin Gore com ex-membro e membro fundador da banda, Vince Clark em 2012.
O trio se reuniu em estúdio com Ben Hillier, o engenheiro Ferg Peterkin e músico sueco Christoffer Berg, mais conhecido como o produtor de Fever Ray e The Knife.
"Ele faz a sua própria música", diz Fletch sobre Berg. "Ele é um verdadeiro gênio e muito mais jovem do que nós e traz uma grande quantidade de energia. Ele foi excelente. "
O álbum foi gravado na Califórnia e em Nova York e a mixagem ficou a cargo de Mark Ellis, conhecido por mais de 20 anos de experiência e trabalhos com U2 e Nine Inch Nails.
Fletch diz, "Eu acho que é melhor do que o álbum anterior," ele acrescentou. "Há mais energia neste novo álbum." Na verdade, o processo de gravação fluiu tão bem, que foi concluída antes do previsto. "Quando você está trabalhando em um álbum, você pode acidentalmente encontrar ou saber em que direção ir", ele explica, "e com este álbum, já quando ouvimos as canções de Martin, sabíamos que direção tomar. Com canções de fé e devoção , eu sempre procurei uma forma e talvez não tivéssemos encontrado".
O lançamento de Delta Machine pela Columbia Records será em 26 de março.

Crédito: DepecheMode Paraguay

0 comentários :