ShareThis

Maior Publico da Delta Machine Tour

Hoje a noite o show realizado em Kiev na Ucrâinia marcou o recorde de publico até agora na Delta Machine Tour, 76mil pessoas assitiram o show realizado no Olympic Stadium:

Crédito: Axel Devotional

Set List Kiev - Delta Machine Tour

Local: Kiev - Ucrânia
Olympic Stadium

1. Welcome to My World

2. Angel
3. Walking in My Shoes
4. Precious
5. Black Celebration
6. Policy of Truth
7. Should Be Higher
8. Barrel of a Gun
9. Higher Love (Martin)
10. But Not Tonight (Martin)
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To (Jacques Lu Cont Remix)
14. A Question of Time
15. Secret to the End
16. Enjoy the Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home
20. Halo (Goldfrapp remix)
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Fotos Kiev - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode Brasil - Facebook

Fotos Stockholm - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode e Dintorni

Set List Stockholm - Delta Machine Tour

Local: Stockholm - Suécia
Ericson Globe

1. Welcome To My World
2. Angel
3. Walking In My Shoes
4. Precious
5. Black Celebration
6. Policy Of Truth
7. Should Be Higher
8. Barrel Of A Gun
9. The Child Inside (Martin)
10. Judas (Martin)
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To
14. A Question Of Time
15. Secret To The End
16. Enjoy The Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home (Martin)
20. Halo
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Fotos Moscow - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Zone / Depeche Mode.EU/ Music for the Masses

Set List Moscow - Delta Machine Tour

Local: Moscow - Russia
Locomotive Stadium

01. Welcome to My World
02. Angel
03. Walking in My Shoes
04. Precious
05. Black Celebration
06. Policy of Truth
07. Should Be Higher
08. Barrel of a Gun
09. Higher Love
10. But Not Tonight 
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To 
14. A Question of Time
15. Secret to the End
16. Enjoy the Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home
20. Halo
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Tour Book Delta Machine



Nota:
Amigos peço desculpas pela falta de posts essa semana, mas ando atarefado com meu serviço o que é muito bom e com a finalização de projetos pessoais, não é falta de interesse e sim de tempo, mas contem comigo, dentro do possível irei atualizando, só peço um pouco de paciência nos próximos dois meses, sempre estaremos aqui, agradeço a colaboração e a compreensão.

Amigos disculpas por la falta de puestos de esta semana, pero estoy ocupado con mi servicio es muy bueno y con la realización de proyectos personales, no es falta de interés, sino de tiempo, pero me cuenta lo más posible la voluntad actualización sólo Les pido un poco de paciencia en los próximos dos meses, siempre vamos a estar aquí, apreciar la cooperación y el entendimiento.

Friends apologize for the lack of posts this week, but I'm busy with my service which is very good and with the completion of personal projects, is not lack of interest but of time, but count me as much as possible will updating only I ask a little patience in the next two months, we will always be here, appreciate the cooperation and understanding.

Crédito das fotos: Depeche Mode Tributo Argentino

Set List Hamburgo - Delta Machine Tour

Local: Hamburgo - Alemanha
Imtech Arena

01. Welcome To My World
02. Angel
03. Walking In My Shoes
04. Precious
05. Black Celebration
06. Policy Of Truth
07. Should Be Higher
08. Barrel Of A Gun
09. Higher Love (Martin)
10. But Not Tonight (Martin)
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To
14. Question Of Time
15. Secret To The End
16. Enjoy The Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home (Martin)
20. Halo
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

101 - 25 Anos de um Marco!


O Depeche Mode não para, 1988 lançam 101, uma das mais ambiciosas turnês pelos EUA, tocando em inúmeros estados para um publico recorde de mais de meio milhão de pessoas. Eles decidem portanto, registrar isso em forma de filme e contratam D. A. Pennebaker, responsável por filmar grandes nomes como Bob Dylan e o festival Monterey Pop, para a direção do longa metragem. O registro e do 101º show da banda, encerrando assim a mega-turne no dia 18 Junho de 1988. Paralelamente, mostra um grupo de jovens que atravessam o pais para ver a apresentação do grupo. 101 foi lançado no Festival Internacional de Berlim e obteve bastante sucesso, principalmente pelo lançamento do álbum duplo de mesmo nome. Apresentação realizada no Rose Bowl Stadium, em Los Angeles, para um publico de quase 70 mil pessoas. Nele estão registrados os maiores sucessos da banda ao vivo num só show memorável e inesquecível, com grandes momentos de emoção e uma atuação impecável da banda, o Depeche Mode em total acensão no mercado americano tem registrado um dos shows mais marcantes da história da musica. Um dos destaques é a banda de abertura da parte americana da tour, o Front 242, que junto com o Tragic Error são os maiores expoentes do na época novo estilo New Beat.

Abaixo a entrevista de Andrew Fletcher para a extinta Revista Bizz na época do lançamento do Álbum 101:

Por que um disco ao vivo? Seria algum tipo de retrospectiva? Nunca pensamos no disco como o final de uma fase, fizemos centenas de shows nos últimos 8 anos, só na Europa existem 35 discos piratas do DM, achamos que tinha chegado a hora de lançarmos o nosso, não é que queríamos acabar com a pirataria, mas também queríamos ganhar um pouco nessa.

Pode não ser retrospectiva mas nele se encontram muitos hits da banda? É verdade quando lançamos uma coletânia com nossos hits " The Singles 81-85 " ali sentimos o final de um ciclo, com o 101 não sentimos isso por que foi uma turnê de 8 meses e nos estamos nos concentrando em estúdio para o nosso próximo disco e não tivemos tempo para pensar nisso, na verdade estamos olhando para frente e não para trás.

Vamos olhar para trás um pouco o q mudou nós últimos 8 anos? Ficamos mais ricos ( risos...). É difícil dizer acho que como grupo nos apaixonamos mais, é quase uma família, não só nós 4 mas todas as pessoas que trabalham com nos durante muito tempo.

No mundo pop onde fica o Depeche Mode? Humm.... Junto com Kraftwerk, New Order, Talk Talk, Nitzer Ebb e Front 242.

Sem duvida o Depeche Mode foi o responsável pela ascensão dos belgas do Front 242, quando os convidou para abrir seus shows em 87, como o Depeche Mode vê o New Beat e todas as bandas belgas pós 242? É estranho o cenário belga, até uns 2 anos não tínhamos vendido nada por lá, e derepente fomos tocar lá e foi inacreditável. A imprensa de lá até nos criticava por tocar musica eletrônica, mas o que ouvi do New Beat não me soa tão familiar é perigosa essa rotulação, nós nos classificamos como uma banda pop, e tenho certeza que o Front 242 não quer ser conhecida como uma banda de New Beat.

E o Acid House? É ótima para nos por que a base é eletrônica, é ótima para dançar mas não tem melodias, não há canções, é bom para discotecas, mas é o tipo de musica que nunca será ouvido dentro de casa, o House é empolgante, pelo menos é uma nova direção.

Muitas pessoas vêem o Depeche Mode como uma banda de Dance Music, no bom ou mau sentido? Não gostamos desse rotulo, a maior parte do nosso material é dançavel, não fazemos aquilo que tradicionalmente é dance music, fazemos música para a sala e para o quarto, se são tocadas nas discotecas ótimo nunca entendemos isso. Não é nosso foco.

Mas a musica de vocês funciona bem em uma pista de dança? É verdade mas isso coloca uma certa pressão em cima de nós, por que nem tudo que compomos é dançavel, como Stripped, quando lançamos nos EUA não vendeu nada bem. Por que nossa popularidade lá é baseada nisso, e ai quando vamos lançar algum compacto a pressão é grande nesse sentido, nos obrigando a resistir a tentação.

Qual o interesse de vocês no World Music? Ouvimos muito por que sampleamos muita coisa étnica, como musica Indonésia, por exemplo. Chamamos o Alan, nosso homem-etnico, por que ele adora esse tipo de musica. Mas sempre resistimos entrar nesse campo por que somos uma banda européia branca. Seria desonesto tacar uma rumba, não temos essas raízes.

Como surgiu a idéia do filme? Há ultima vez q filmamos um filme foi em Berlin em 1984, os fãs ficaram perguntando se seria lançado em vídeo, ai decidimos fazer isso com o 101, nos EUA com uma perspectiva totalmente diferente. A banda começou em 1981, estávamos em 88 e queríamos mostrar a cultura jovem americana, os jovens que vão herdar os EUA nos próximos 20 anos. No filme ha um grupo de jovens que atravessa o pais até Pasadena, é importante ouvir o que eles tem a dizer, nunca tinham saído de New York antes; foi por causa dessa nova perspectiva que convidamos Pennebaker, sentimos que ele seria um diretor interessante, foi bom ele nunca ter ouvido falar na gente antes, assim não tinha uma idéia preconcebida, ele tem 60 anos, num corpo de 40 e uma mente de 10 ( risos...) acho que ele se divertiu.

Vc assistiu o filme Rattle and Hum do U2 ? Não.

O q vc achou? Rattle é um filme de show mostrando poucas cenas por trás dos palcos, nesse ponto muito diferente do que vi em 101, sem duvida as cenas de palco são apenas um terço do filme, nosso objetivo era mostrar um pouco mais de nossas personalidades, e as coisas cômicas que acontece fora do palco. E ficou muito bom, a diferença do nosso filme e o do U2 é que o deles foi feito pela Paramout com um orçamento de 6 milhões de libras e o nosso foi financiado pela gravadora e custou umas 400 mil libras, o que representou um risco financeiro grande para nós. O U2 filmou todos os shows de sua turnê, nós só poderíamos filmar um. E era o ultimo show a pressão era enorme em cima de nós.

Uma das melhores cenas do vídeo é aquela discussão nos bastidores entre os organizadores sobre o dinheiro do show? É uma cena cínica. A industria cinematográfica americana é baseada em só uma coisa: dinheiro. Queríamos mostrar as coisas como acontecem, de um lado você vê o show. De outro uma monte de contadores trancados em um trailer discutindo quanto ganharam com a venda de camisetas, tudo isso também se encaixa na letra de Everthing in Counts.

No press realse do 101 há referências insistentes á musica eletrônica usada a serviço do pop, o que vocês pensam quando trabalham uma musica que está veio sair em compacto, essa vai tocar bem no rádio? É uma
boa pergunta Martin já escreveu 8 musicas do próximo disco, eu estava ouvindo em casa e pensei, "gostaria que essa sai-se em compacto". Quando você procura um hit singles vai atrás de uma faixa que seja mais acessível que o resto, por que quer atingir mais gente. Qual o sentido de lançar um disco que será comprado por uma centena de pessoas, o Martin escreve pouca coisa comercial, no ultimo só Strangelove era comercial, e invés de ir atrás do que é comercial vamos atrás da melhor musica do disco.

O que faz uma musica ser comercial? Uma boa batida, uma boa melodia e uma letra acessível...

Deixando de lado o aspecto comercial vocês pensam em como o produto final vai ser usado? Pensamos mas estamos sempre errados. Por exemplo a musica que gravamos como dance music não faz sucesso algum nas discotecas ( risos...). E quando fizemos Strangelove achamos que funcionaria bem nas rádios, mas chegou ao topo nas dance charts. Agora nós concentramos em fazer o disco e depois vemos o que acontece.

Quem escreve boas canções pop hoje? ( longo silêncio ) Sempre há muito poucos compositores bons, Vince Clarke escreve ótimas canções pop, sempre escreveu, Robert Smith é um gênio, e Morrissey é claro, só consigo pensar neles três no momento.

Existe propriedade no pop. Vocês sampleiam musicas de outros? Temos nossas regras, nós sampleamos sons e nunca musicas, é o que chamamos de "sampling criativo", podemos samplear uma bateria ou um sax mas sempre usamos acoplado em outro para formar um terceiro. Nunca sampleamos um riff.... Mas se fizerem isso com a gente não ligaremos seria muito hipócrita da nossa parte.

A imprensa inglesa insistem em ver o Depeche Mode como 4 garotos bonitinhos fazendo musica para adolescentes? No ultimo disco recebemos criticas favoráveis, mas ums 2 meses depois lembro de um critico ter dito que aquele mês foi muito fraco por isso o Depeche Mode recebeu boas criticas (risos....). Mas as pessoas vivem mudando de opinião... Agora o quente é ouvir Soul Americano, musica negra, esses negros de House Music se dizem influenciados por nós e isso consequentemente influência as pessoas por aqui. Lembram de Acid House no verão, uns 2 meses depois as discotecas não queriam nem saber de Acid, e começaram a tocar Soul. É sempre assim...

Faixas do Album:

Disco 1

1. Pimpf
2. Behind the Wheel
3. Strangelove
4. Sacred
5. Something to Do
6. Blasphemous Rumours
7. Stripped
8. Somebody
9. Things You Said

Disco 2

1. Black Celebration
2. Shake the Disease
3. Nothing
4. Pleasure Little Treasure
5. People are People
6. A Question of Time
7. Never Let Me Down Again
8. A Question of Lust
9. Master and Servant
10. Just Can't Get Enough
11. Everything Counts

Abaixo você pode ver o registro feito por D. A. Pennebaker e material do DVD 101:

Fotos Live Paris - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode e Dintorni

Set List Paris - Delta Machine Tour

Local: Paris - França
Stade de France

01. Welcome to My World
02. Angel
03. Walking in My Shoes
04. Precious
05. Black Celebration
06. Policy of Truth 
07. Should Be Higher 
08. Barrel of a Gun
09. Higher Love (Martin)
10. Judas 
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To (Jacques Lu Cont remix)
14. A Question of Time
15. Secret to the End
16. Enjoy the Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home 
20. Halo (Goldfrapp remix)
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Comercial da Samsung - Just Can't Get Enough

Crédito: Depeche Mode e dintorni

Should Be Higher (Promo)

Photo Box Collection Limited Edition

Pre-order agora a "Delta Machine Tour" Box com 500 fotos e edição limitada. Uma coleção de fotos exclusiva no tamanho 21x29,7cm que contém:

   - O primeiro concerto no "Palais Nikaia", em Nice (França) da Delta Machine Tour.
   - Conferência de imprensa para o lançamento da Delta Tour no "La Gaité Lyrique", em Paris (França)

Uma incrível coleção de fotografias feitas por Roy Letayf em Deluxe e Box Set limitada, são 25 fotos impressas em papel brilhante de alta qualidade 250g.
Uma caixa luxuosa em preto fosco com letras em relevo de prata no tamanho de 30,6 x 22,1 x 2,5 cm.
A coleção limitada box set só está disponível em pré-venda por 69 €, preço exclusivo e oferta com 250 unidades  disponíveis para a Europa e 250 unidades para o mundo (fora da Europa). Cada unidade é numerada e assinada pelo artista Roy Letayf.

Fonte: Bliister

Billy Gibbons: Ouça o Resultado da Parceria com o Depeche Mode

Falando genericamente, o ZZ TOP não é uma banda na qual se pense quando se fala em inovação e mudança. Mas o trio Texano nos surpreende às vezes, o que foi provado mais uma vez pela colaboração do guitarrista BILLY GIBBONS com os decanos do pop inglês DEPECHE MODE. A parceria toma forma numa versão remixada da faixa ‘Soothe My Soul’, o mais recente single do último álbum do Depeche Mode, ‘Delta Machine’. Lançado mês passado, ‘Soul’ foi remixada por vários artistas. Na verdade, um Maxi-single em CD foi lançado também com seis versões retrabalhadas da música – uma das quais confeccionada por Billy Gibbons com o produtor JOE HARDY.

Confira o resultado final abaixo:

Fonte: Whiplash.net

Fotos Cophenhagen - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode Tributo Argentino

Set List Cophenhagen - Delta Machine Tour

Local: Cophenhagen
Parken

01. Welcome to My World 
02. Angel 
03. Walking in My Shoes 
04. Precious 
05. Black Celebration 
06. Policy of Truth 
07. Should Be Higher 
08. Barrel of a Gun 09. Higher Love  
10. Judas 
11. Heaven 
12. Soothe My Soul 
13. A Pain That I'm Used To  14. 
A Question of Time 
15. Secret to the End 
16. Enjoy the Silence 
17. Personal Jesus 
18. Goodbye 
19. Home  
20. Halo  
21. Just Can't Get Enough 
22. I Feel You 
23. Never Let Me Down Again

Fotos Leipzig - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode e Dintorni / Depeche Mode Forever

Set List Leipzig - Delta Machine Tour

Local: Leipzig - Alemanha
Red Bull Arena

01. Welcome to My World
02. Angel
03. Walking in My Shoes
04. Precious
05. Black Celebration
06. Policy of Truth
07. Should Be Higher
08. Barrel of a Gun
09. Only When I Lose Myself 
10. Judas
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To 
14. A Question of Time
15. Secret to the End
16. Enjoy the Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home 
20. Halo 
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Delta Machine é Platina Duplo na Suiça

Fonte: Depeche Mode Fã Club Argentina

Convite aos Fãs do Depeche Mode


Gostaria de convidar todos a curtir e participar no Facebook da página Depeche Mode Brasil, grupo de fãs brasileiros criaram a página para reunir todos os fãs brasileiros em um único lugar, então seja bem vindos:

Página brasileira dedicada à divulgação de notícias, vídeos, fotos, curiosidades, eventos e qualquer material ligado ao Depeche Mode. Além de informações diversas sobre projetos paralelos, histórias pessoais dos atuais e ex-integrantes.
(If you are not from Brazil, please keep reading the intro below! ;) ) 

O local é um espaço livre e com maior abrangência, para que os admiradores saibam mais e interajam sobre uma das maiores bandas de todos os tempos e que revoluciona a música há mais de 30 anos.
Fiquem à vontade de postarem suas fan arts, artigos, fotos e vídeos que divulgaremos na timelime para que fique visível e acessível ...

Depeche Mode - Uai On-Line


“Bem-vindos ao mundo do Depeche Mode”, é como o próprio saúda os fãs já na faixa de abertura do seu mais novo trabalho, adequadamente batizado de Delta Machine. Aliás, a justaposição da emoção catártica que sempre foi a principal característica do blues e do gospel norte-americanos e com a parafernália gélida que forjou o afetado universo techno-pop do qual um dia emergiu o Depeche Mode – hibridismo sônico ao qual o título do CD faz questão de explicitar – parece ter provido a chave pela qual a veterana formação inglesa conseguiu acesso até o novo milênio.

A afirmação faz sentido, já que, se olharmos para trás, praticamente nenhuma das formações afiliadas à cold-wave (Throbbing Gristle, Siglo XX), ao synth-punk (D.A.F., Suicide, Devo), ao synth-pop (Ultravox!, Orchestral Manouvres In The Dark, Human League, Gary Numan & The Tubeway Army), ao industrial-rock (Whitehouse, Cabaret Voltaire, Laibach, Scrapping Foetus Of The Wheel), ao new romantic (A Flock Of Seagulls, Visage, Japan) e às demais vertentes sintéticas forjadas ao longo dos anos 80 conseguiu sobreviver à ação deletéria do tempo. Eventuais – e, no mais das vezes, escassos – parceiros de estética podem até ter chegado aos dias de hoje, mas desprovidos do mesmo elã, mérito artístico ou fama global conquistada pelo “sempre jovem” quarteto de Basildon. Ou, como ao final de 2011 um crítico da revista Q resolveu resumir a questão, Depeche Mode é simplesmente “a mais popular banda eletrônica que o mundo já conheceu”.

Em seu mais recente registro, Depeche Mode retorna a temática sacro-profana expressa musicalmente no já citado hibridismo electro-blues de discos prévios como 'Songs of faith and devotion' (1993), 'Ultra' (1997) e 'Playing the angel' (2005). Também de volta a 'Delta Machine' vamos deparar com 'Flood', o mesmo produtor responsável pela sonoridade mais orgânica do pioneiro 'Songs of faith and devotion' – porém agora incumbido apenas da mixagem final da gravação.

Escolhida para ser o primeiro single extraído do disco, a balada 'Heaven' (Paraíso) vem urrar “Hosana nas alturas” com o suporte de beats sorumbáticos, de uma melodia salpicada por acordes de piano ao modo gospel e das imagens do videoclipe inspiradas no filme 'A árvore da vida'; um drama experimental dirigido pelo cineasta Terrence Mallick que tenta abordar o sentido da existência pela perspectiva de lembranças da infância de um homem adulto. Tão sombrio e mórbido quanto o tema que o antecede lá, o electro-blues 'Angel' vê o vocalista Dave Gahan arrancar do âmago de suas vísceras uma interpretação à altura da mescla de candor e niilismo embrutecido que o ateu Nick Cave explora em suas composições sacro-profanas à perfeição. E o que dizer das ambíguas sensações de prazer carnal, culpa e vergonha que o trio abordou sem rodeios em faixas tão emblemáticas quanto 'Should be higher', 'Slow' e 'Alone'? 

Proficiente na arte de instilar peculiares manifestações sônicas vazadas em erotismo sombrio e autopunição nas pistas de dança, Depeche Mode continua sem contendores à altura no curto-circuito electro mundial. Talvez a única formação musical do planeta capaz de celebrar até mesmo o inferno junkie, suas dores mais atrozes e, a reboque, a própria danação eterna.

Fonte: Divirta-se Uai

Fotos Berlin - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode Tributo Argentino

Set List Berlin - Delta Machine Tour

Local: Berlin
Olympic Stadium 

1. Welcome to My World 
2. Angel 
3. Walking in My Shoes 
4. Precious 
5. Black Celebration 
6. Policy of Truth 
7. Should Be Higher 
8. Barrel of a Gun 
9 Higher Love (Martin) 
10. But Not Tonight (Martin) 
11. Heaven 
12. Soothe My Soul 
13. A Pain That I'm Used To 
14. A Question of Time 
15. Secret to the End 
16. Enjoy the Silence 
17. Personal Jesus 
18. Goodbye Encore 
19. Home (Martin) 
20. Halo (Goldfrapp Remix) 
21. Just Can't Get Enough 
22. I Feel You 
23. Never Let Me Down Again

Crédito: Depeche Mode Tributo Argentino

Fotos Berna - Delta Machine Tour


Fonte: DM-Forum.eu /  Aleth Poillotte

Set List Berna - Delta Machine Tour

Local: Berne - Suíça
Stade de Suisse

1. Welcome To My World
2. Angel
3. Walking In My Shoes
4. Precious
5. Black Celebration
6. Policy Of Truth
7. Should Be Higher
8. Barrel Of A Gun
9. Higher Love
10. When The Body Speaks 
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To
14. A Question Of Time
15. Secret To The End
16. Enjoy The Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home
20. Halo
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Secret Garden 2 - Versailles - Dior

A famosa marca Dior no ano passado lançou a propaganda Secret Garden onde usou e sua trilha o clássico Enjoy the Silence, conforme Post anterior.

Agora a famosa marca lança o comercial Secret Garden 2, e a trilha sonora é Behind the Wheel:

 

Fotos Frankfurt - Delta Machine Tour

Fonte: Depeche Mode Room / Anetta Depechie

Set List Frankfurt - Delta Machine Tour

Local: Frankfurt - Alemanha
Commerzbank Arena

01. Welcome to My World
02. Angel
03. Walking in My Shoes
04. Precious
05. Black Celebration
06. Policy of Truth
07. Should Be Higher
08. Barrel of a Gun
09. Higher Love (Martin)
10. When the Body Speaks (Martin)
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To (versione Jacques Lu Cont remix)
14. A Question of Time
15. Secret to the End
16. Enjoy the Silence
17. Personal Jesus 
18. Goodbye 
19. But Not Tonight (Martin)
20. Halo
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

Palco Sendo Montado em Frankfurt

Crédito: Depeche Mode Equador

Boa Musica Não Tem Idade...

O senhor da foto acima esteve presente no show de Belgrade, ele tem 80 anos de idade, a prova que bom gosto e musica boa não se mede ou se classifica em idade, meus parabéns pelo bom gosto e pela disposição deste senhor.

Delta Machine - Platina na Alemanha


Conforme post anterior, o Depeche Mode já tinha recebido o disco de Platina Duplo por vendas na Hungria.

Antes do concerto de Depeche Mode Olympiastadion de Munique onde o Depeche Mode tocaria para 64 mil espectadores, a Sony Music presenteou os três membros da banda Dave Gahan, Martin Gore e Andrew Fletcher com o disco de Platina por mais de 200 mil cópias vendidas de seu álbum mais recente "Delta Machine".
O sucesso do primeiro álbum comercializado pela Sony Music deixou a gravadora impressionada com o potencial comercial do Depeche Mode que tem 33 anos de estrada.

Fonte: MediaBiz

Fotos Stuttgart - Delta Machine Tour

Fonte: DM-Forum.eu

Set List Stuttgart - Delta Machine Tour

Local: Stuttgart - Alemanha
Mercedes Benz Arena

1. Welcome To My World
2. Angel
3. Walking in My Shoes
4. Precious
5. Black Celebration
6. Policy Of Truth
7. Should Be Higher
8. Barrel Of A Gun
9. Higher Love (Martin)
10. When The Body Speaks (Martin)
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I’m Used To
14. A Question Of Time
15. Secret To The End
16. Enjoy The Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home
20. Halo
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let me Down Again

Enquanto isso no Metro de Londres...

Peter e Martin, esperando o trem...

Video Munich - Delta Machine Tour

Crédito: logginos FM

Set List Munich - Delta Machine Tour

Local: Munich - Alemanha
Olympic Staduim

01. Welcome to My World
02. Angel
03. Walking in My Shoes
04. Precious
05. Black Celebration
06. Policy of Truth
07. Should Be Higher
08. Barrel of a Gun
09. Higher Love (Martin)
10. When the Body Speaks (Martin)
11. Heaven
12. Soothe My Soul
13. A Pain That I'm Used To (Jacques Lu Cont's Remix)
14. A Question of Time
15. Secret to the End
16. Enjoy the Silence
17. Personal Jesus
18. Goodbye
19. Home (Martin acustic)
20. Halo 
21. Just Can't Get Enough
22. I Feel You
23. Never Let Me Down Again

PS: Show com muita chuva em Munich.