ShareThis

Ícone da Música Eletrônica, Dave Gahan Completa, Hoje, 53 Anos


Os anos 80 tiveram um papel importante na construção da música pop atual. Para alguns, a década se viu obrigada a promover uma reviravolta nos rumos da música já cansada de bandas de hard rock em seu império de mais de uma década. O Depeche Mode, banda inglesa de música eletrônica, teve seu início em 1980, na cidade de Basildon, que tem aproximadamente 100 mil habitantes. O primeiro disco do grupo a chamar a atenção do público e da crítica, e que colocaria o Depeche Mode no hall da fama da música eletrônica, veio em 1984. Some Great Reward, que incorporava elementos de música industrial, new wave e letras românticas. No forum virtual Rate Your Music, que funciona de forma colaborativa, o membro francês NudeSpoon expõe sua impressão do disco. “Iniciado com algo que soa como um scanneamento de cérebro superaquecido, o LP termina com respiração humana. O que acontece no meio é uma interação complexa entre sons metálicos computadorizados e sons orgânicos, que soam como socos ou peões girando”.

“Promessas são ditas Para serem quebradas Os sentimentos são intensos As palavras são insignificantes” Depeche Mode: Enjoy The Silence

O disco de 1984 fez com que eles tivessem uma estética particular definida, e o single Blasphemous Rumours foi o primeiro passo para essa atribuição. Após outros dois discos de sucesso, Black Celebration e Music for the Masses, já com 10 anos de estrada, no ano de 1990, o Depeche Mode lançaria o disco considerado como obra-prima por grande parte de seus fãs: Violator. O álbum trouxe a música mais famosa da banda, Enjoy the Silence, e mais um monte de outros grandes sucessos.

Norman Fleishe, do site de crítica musical Hope and Passion, define os rumos que o Depeche Mode tomou a partir de Violator como “Dark-Synth-pop”, que seria em tradição literal música sintética obscura. O que ele observa é que o ritmo dançante e alegre que a banda mantinha desde o início dos anos 80 evoluiu para algo mais pessoal e intimista. “A guitarra foi introduzida ao microcosmo musical da banda. Os teclados sinistros se misturaram a influências de blues e fatias do movimento techno que foi lentamente atingindo as paradas de sucesso no início dos anos 90”.

Para o italiano Riccardo, membro do forum Rate Your Music, o impacto que o disco Violator causou na mente das pessoas na época evoca uma mudança de comportamento e de geração. “Íntimo e misterioso, Violator proíbe excesso de romantismo, e mergulha na música introspectiva da nova era”, comenta. Riccardo ainda aponta uma nova percepção musical chamada pelo disco, que abrange mais sensação do que sentido. “Um fluxo escuro que desliza em perfeito equilíbrio entre melodias atentas, arranjos complexos eatmosféras rítmicas encantadoras e viciantes”, conclui.

O aniversariante do dia, Dave Gahan, ficou conhecido principalmente por sua voz poderosa e expressiva, várias vezes eleito por revistas especializadas um dos melhores Frontmam de todos os tempos. Antes de sua carreira como músico tomar o rumo explosivo que tomou com o Depeche Mode, ele era conhecido por ser um garoto problemático, devido principalmente à descoberta de seu pai verdadeiro, aos 14 anos. Com essa idade, ele já havia parado no juizado de menor por mais de três vezes, sobre acusações relacionadas a roubo de carros, pichação, vandalismo e drogas.

Dave já trabalhou em profissões como pedreiro, repositor de supermercado e vendedor de bebidas. Casado, e pai de dois filhos, também já trabalhou em carreira solo, lançando em 2003 o disco Paper Monsters, que conta com gravação de instrumentos tocados por suas crianças. Foi ele também o inventor do nome da banda, devido a uma revista francesa chamada Depeche Mode, que o encantava pela estética futurista. Gahan também já arriscou de compositor nos trabalhos mais recentes do Depeche Mode na década de 2000.

Nascido em Epping em 09 de maio de 1962, David Gahan teve uma educação um tanto quanto religiosa. A família de sua mãe era ligada ao Exército da Salvação, mas Dave rejeitou essa influência desde o início. 

"Me encantava acelerar a moto ao máximo, dar cavalos-de-pau e conseguir com que a policia me perseguisse. A sensação de estar escondido atrás de uma cerca para que os policiais não me prendessem era realmente excitante para mim, naquela época".

"Nós nos reuníamos nos finais de semana. Saíamos sexta-feira de casa, íamos até Londres, onde passávamos a noite em alguma festa e na manhã seguinte pegávamos o primeiro trem de volta para casa. Em seguida me aborreci com tudo isso."

Em 1979, Dave começou a estudar design na Southend Art College, esperando seguir carreira na indústria da moda. Em 1981, Vince Clarke notou a habilidade musical de Dave numa jam session de bandas, com sua performance para a canção "Heroes", de David Bowie e o convidou para fazer parte da banda, que na época se chamava 'Composition of Sound'. Dave concordou. Nos 35 anos seguintes, Gahan tem curtido o sucesso mundial do Depeche Mode, mas teve maus momentos ao longo dos anos. Em 1991, Dave se divorciou de sua primeira esposa Joanne, com quem estava casado desde 1985, deixando com ela seu único filho, Jack.

"Eu tinha vivido com Joanne por muito tempo. Éramos muito bons amigos, mas isso deteriorou-se, mais por minha culpa. Mas agora sei que aquilo tinha de terminar, por mais sofrimento que tenha causado a todos envolvidos. Foi muito mais do que uma simples escolha. Há uma grande diferença entre o que você acha o que é amor, e o que você realmente acredita ser amor."

Em 1993 Dave se casou em Las Vegas, com a ex-assessora de imprensa do grupo, com Theresa Conway, viciada em heroína e que o apresentou à poderosa droga. Nesse mesmo ano a banda lançou um álbum surpreendente: Songs Of Faith And Devotion. O disco foi um sucesso.

Isso levou a banda a programar uma tour gigantesca, com mais de catorze meses de shows e com previsão de público de 2 milhões de pessoas em duas voltas ao mundo. A banda levou junto um traficante de drogas e um terapeuta. O terapeuta foi dispensado após seis semanas. Durante a tour Dave teve diversos problemas de saúde, por várias vezes teve de ser socorrido pelo pessoal médico. Na volta da turnê, com duas costelas quebradas e hemorragia interna por causa de um malsucedido mergulho sobre a platéia num momento de empolgação, Dave Gahan foi aconselhado pelo médico a procurar um psiquiatra. Preferiu se internar, junto com a mulher, numa clínica de recuperação para drogados em Lake Tahoe. Ao voltar para casa em Los Angeles, retomou o vício. Tentou outra clínica, no Arizona, mas também não deu certo. Na terceira tentativa, o susto: ao retornar para casa, não encontrou suas duas Harley Davidson, seu estúdio de gravação caseiro, vários objetos pessoais, e nem sua mulher, de quem estava se separando e que foi, possivelmente, a responsável pela 'limpeza' da casa.
No dia 15 de agosto de 1995, Dave engoliu uma caixa de Valium ajudado por uma garrafa de vinho. Bateu uma saudade de sua mãe na Inglaterra e ligou para ela. Pediu que aguardasse um pouco na linha e foi ao banheiro. Lá, cortou os pulsos com uma navalha, enrolou-os numa toalha e voltou para se despedir da mãe, dizendo:

"Eu tenho que ir. Eu te amo muito".

Uma amiga chegou e o salvou da tentativa de suicídio, chamando uma ambulância.

"Eu estava perplexo com o fato de ter perdido tudo, então aquela noite planejei cortar os pulsos."

Dave continuou sua rotina de idas e vindas de clínicas de reabilitação até que, na madrugada do dia 28 de maio de 1996 ele teve o momento delicado de sua vida. Isso aconteceu no seu quarto do hotel Sunset Marquis em Los Angeles, quando com a ajuda de um traficante, Dave injetou na veia uma dose suficiente para matar um cavalo, de speedball (uma mortal mistura de heroína com cocaína). Instantaneamente ele desmaiou e começou a ter um ataque cardíaco, chegando a ser dado como morto clinicamente depois que seu coração ficou dois minutos sem bater. Ressuscitado pelos paramédicos Dave foi levado para o hospital Cedars-Sinai, onde ficou internado por dois dias.

"Quando cheguei ao hospital, perguntei a alguém o que estava acontecendo e essa pessoa me respondeu: Dave você esteve morto. Eles te reanimaram depois de você ter ficado por mais de dois minutos sem pulso. Então refleti o quanto isso era insano. Poderia ter ficado com problemas mentais irreversívies. Realmente isso foi uma estupidez.".

Ao sair do hospital, ele foi direto para cadeia, acusado de flagrante de cocaína e heroína. Após pagar uma multa de US$ 10.000, conseguiu sair da prisão com a condição de ir para uma clínica de recuperação. Não uma qualquer, como aquelas em que estivera antes. Dave foi encaminhado para a Exodus Recovery Centre em Los Angles, que mais se assemelha a uma prisão de segurança máxima. Depois de passar nove meses internado, Dave deixou a clínica aparentemente curado e a tempo de ver o Depeche Mode lançar o álbum Ultra, em fevereiro de 1997.
As queixas de porte de drogas contra Gahan foram retiradas em setembro de 1997, marcando o início de uma nova vida para Dave.
Em 1999 ele casou-se com Jennifer, que conheceu no programa de reabilitação. Jennifer aparece no clip da musica Suffer Well vestida de anjo, no mesmo ano, nasceu sua filha Stella Rose Gahan. Dave também tem dois albuns solo, Paper Monsters e Hourglass, com composições de sua autoria.

Em resumo:

Data de nascimento: quarta-feira, 09 de Maio de 1962
Local de nascimento: Epping
Signo: Touro
Olhos: Castanhos esverdeados
Altura (m): 1,81
Detalhes da família: Esposa Jennifer, mãe Sylvia Ruth, irmã Susan Christine, irmãos Peter Eric e Philip Michael, filho Jack (pela primeira esposa Joanne), filha Stella Rosa (pela terceira esposa Jennifer)
Passatempos: Eu não tenho passatempos, normalmente, saio, vejo filmes, vou a clubes, janto com amigos
Cidade favorita visitada: Roma e Los Angeles (igualmente)
País favorito visitado: Itália e os EUA. Costa Ocidental
Comida favorita: Italiana
Bebida favorita: Vodka, vinho tinto ou branco francês
Esporte favorito: Hockey
Cores favoritas: Verde escuro, roxo, e azul piscina
Filme favorito: Pulp Fiction
Livro favorito: Não sendo um bom leitor, não posso dizer que eu tenho um
Programa de TV favorito: Eu gosto de filmes, Simpsons, etc
Estações de rádio favoritas: Estações clássicas de rock nos EUA
Canção favorita: 3 Days and Nothing Shocking de Jane Addiction. Eu tenho muitas favoritos
Canção própria favorita: I Feel You
Álbum favorito: Primeiro álbum do Zeppelin. Nothing Shocking de Jane Addiction
Álbum próprio favorito: Ultra
Vídeo próprio favorito: Walking In My Shoes
Banda favorita: Rolling Stones, Led Zeppelin
Site: http://www.davegahan.com/

O blogueiro que os escreve deseja feliz aniversário Dave, sua voz fez a trilha sonora de minha vida, e continua assim, obrigado por estar lá sempre, nos bons e maus momentos, e mesmo naqueles poucos segundos a poucos metros de você, o sinto como um amigo, obrigado.