ShareThis

Spirit



"Spirit", seu 14º álbum de estúdio, será lançado no primeiro semestre de 2017 e sua Tour Mundial, a Global Spirit Tour incluirá a América do Sul; mas o Brasil pode ficar de fora (em minha opinião com certeza, estará de fora...)

O Depeche Mode anunciou nesta terça-feira (11) o lançamento de "Spirit", seu próximo álbum, para o primeiro semestre de 2017. O disco será o 14º lançado pela banda.

Em uma entrevista coletiva transmitida ao vivo pelo Facebook direto de Milão, na Itália, o Depeche Mode falou sobre o novo álbum. "Nós estamos excepcionalmente orgulhosos do som e da energia de 'Spirit'", comentou Dave Gahan sobre o disco.

O novo álbum da banda será o primeiro lançamento dos britânicos desde "Delta Machine", de 2013. O disco chegou a ser um dos 10 mais vendidos nos Estados Unidos e 2º mais vendido no Reino Unido na semana de lançamento, em março daquele ano.

Para divulgar "Spirit", a banda irá embarcar em uma turnê mundial a partir de de maio de 2017. O primeiro show será em Estocolmo, na Suécia, e abrirá uma série de 32 datas na Europa. Durante esse período, os britânicos serão os headliners do festival NOS Alive, em Lisboa, em julho do próximo ano.
Após os shows na Europa, a banda também fará turnês na América do Norte e América do Sul, estas ainda sem datas confirmadas.

A notícia, entretanto, pode não ser tão boa para o Brasil. O País tem chances de ficar de fora da turnê sul-americana, assim como aconteceu na última passagem do grupo pelo continente. Em 2009, os britânicos fizeram shows na Colômbia, Peru, Chile e Argentina.

Veja abaixo as datas já confirmadas da turnês de "Spirit":

5 de maio - Estocolmo, Suécia - Friends Arena
7 de maio - Amsterdam, Holanda - Ziggo Dome
9 de maio - Antuérpia, Bélgica - Sportpaleis
12 de maio - Nice, França - Stade Charles-Ehrmann
14 de maio - Ljubljana, Eslovênia - Dvorana Stožice
17 de maio - Atneas, Grécia - Terra Vibe Park
20 de maio - Bratislava, Eslováquia - Štadión Pasienky
22 de maio - Budapeste, Hungria - Groupama Aréna
24 de maio - Praga, República Tcheca - Eden Aréna
27 de maio - Leipzig, Alemanha - Festwiese
29 de maio - Lille, França - Stade Pierre-Mauroy
31 de maio - Copenhagen, Dinamarca - Telia Parken

3 de junho - Londres, Reino Unido - London Stadium
5 de junho - Cologne, Alemanha - RheinEnergieStadion
9 de junho - Munique, Alemanha - Olympiastadion
11 de junho - Hannover, Alemanha - HDI Arena
18 de junho - Zurich, Suíça - Letzigrund Stadion
20 de junho - Frankfurt, Alemanha - Commerzbank-Arena
22 de junho - Berlin, Alemanha - Olympiastadion
25 de junho - Roma, Itália - Stadio Olimpico
27 de junho - Milão, Itália - Stadio San Siro
29 de junho - Bologna, Itália - Stadio Rentao Dall'Ara

1 de julho - Paris, França - Stade de France
4 de julho - Gelsenkirchen, Alemanha - Veltins-Arena
6 de julho - Bilbao, Espanha - BBK Live Festival
8 de julho - Lisboa, Portugal - NOS Alive Festival
13 de julho - St. Petersburg, Rússia - SKK
15 de julho - Moscou, Rússia - Otkritie Arena
17 de julho - Minsk, Bielorrússia - Minsk-Arena
19 de julho - Kiev, Ucrânia - Olimpiyskiy National Sports Complex
21 de julho - Warsaw, Polônia - PGE Narodowy
23 de julho - Cluj-Napoca, Romênia - Cluj Arena

"Spirit", ainda não tem data de lançamento.

Fonte: Gente - iG

4 comentários :

Carlinhos Kunde | 14 de outubro de 2016 20:08

Acho incrível (e inexplicável) o Depeche fazer shows pra 3 mil pessoas na Costa Rica (2009) e não dar um pulo ao Brasil que - tenho certeza - em duas datas não baixaria de 15 mil pessoas por apresentação.

Luis Fernando.DM | 15 de outubro de 2016 00:03

Olá Carlinhos Blz,
Perdoe-me, mas discordo, o Depeche Mode no Brasil é um verdadeiro fracasso comercial, aposto que o Depeche Mode no Brasil se em SP é capaz de juntar 10mil pessoas, mas se for em qualquer outro lugar do Brasil não junta 5mil. Seu ultimo álbum vendeu menos de 1.000 cópias no Brasil.
Quanto a Costa Rica, este show deve ser bem mais barato no que se refere aos custos dos produtores por estarem perto do México onde o DM faz 60 pessoas por noite de publico.
Abs.

Fábio Schulz | 11 de dezembro de 2016 10:30

Menos de 1.000 cópias? Sério?
Mais isso revela uma tremenda incompetência da gravadora. Se pagassem para alguma rádio de SP tocar 'Soothe My Soul' por duas semanas já vendia mais do que isso... Nem devem mesmo pisar por aqui. Fico envergonhado com a visão tão estreita do público brasileiro.

Luis Fernando.DM | 11 de dezembro de 2016 21:12

Pois é Fábio, e a fonte é a própria distribuidora.